terça-feira, 7 de agosto de 2012

Cadê você?



                Cadê você que ficou de vir e não chega nunca?  Você que acima de tudo deverá ser meu amigo, que saiba compreender meus choros e tenha paciência com meus ataques de riso. Você que me acompanhará na mesa, no bar e na cama.  Você que beijará com fúria meus lábios em meio as nossas discussões.  Você que segurará meu braço, se um dia eu estiver prestes a partir.
Você que gosta de Caetano, Pink Floyd e Beatles. E que tem em comum a paixão pelos livros.  Você que falará que gosta dos meus olhos, mas não me impedirá de ver o mundo. Você que preza a liberdade, mas que me prenderá em abraços quentes quando o inverno vir.
Você que valoriza os antigos e bons valores, mas nem por isso é careta. Você que é engraçado e que me permitirá ser a mulher da minha própria vida e não da sua. Você que dirá que me ama e provará suas palavras. Será mesmo que você existe?



2 comentários:

Arianne Barromeu disse...

O machuca é quando esperamos a pessoa errada. ):

Beijos,
http://eppifania.blogspot.com/

Autora da História disse...

Verdade Arianne, essa com certeza é a pior das esperas.